África

Visita de Marcelo a Angola mostra “excelência” da relação entre os dois países, diz MNE

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, salientou hoje que a visita do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa a Angola, pela segunda vez com João Lourenço na presidência angolana, demonstra a “excelência” atual do relacionamento bilateral.

“É mais um passo no estreitamento do relacionamento bilateral entre Portugal e Angola e mais uma demonstração da excelência desse relacionamento”, declarou o governante, à margem da apresentação de uma bolsa para investigadores de língua portuguesa da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), na sede da organização em Lisboa.

O ministro reforçou ainda que “num período de menos de meio ano”, se realizaram três visitas de alto nível: a visita do primeiro-ministro, António Costa, a Angola, em setembro do ano passado; a do Presidente angolano, João Lourenço, a Portugal, em novembro, e na próxima semana terá lugar a deslocação de Marcelo Rebelo de Sousa a Angola, pela segunda vez, desde a chegada de João Lourenço à presidência, depois de ter estado na tomada de posse do chefe de Estado angolano em setembro de 2017.

Santos Silva elogiou a agenda “muito rica” de Marcelo em terras angolanas, por valorizar “todas as dimensões da cooperação entre Angola e Portugal”, envolvendo desde as áreas da soberania, à economia e ao desenvolvimento, e destacou o período temporal alargado em da visita de Marcelo a Angola, que passará por Luanda, Benguela e Huíla com “atividades intensas”.

“Conhecendo nós todos o nosso Presidente da República, com certeza não deixará de encher com a sua presença e a sua alegria o espaço público angolano”, rematou.

A visita de Estado do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, inicia-se na terça-feira da próxima semana em Luanda e prolonga-se até sábado.

Mais partilhadas da semana

Subir