Benfica

“Vieira fez-se sócio para subir na vida”. Petição para AG destitutiva agita o Benfica

Surgiu nas redes sociais uma petição para a marcação de uma Assembleia-Geral destitutiva no Benfica. A intenção, alegadamente já com assinaturas para 4000 votos, acusa Luís Filipe Vieira de “um sem número de atos de gestão danosa”, como a iminente venda de Jonas.

Foi a venda do “melhor jogador” do Benfica “no século XXI” que se tornou na “gota de água”, como indica o manifesto disponível numa página do Facebook.

Luís Filipe Vieira é acusado de liderar um “grupo de bandidos de caráter duvidoso” que usa o clube para fins pessoais, de acordo com o texto da petição.

“Fez-se sócio para subir na vida. Forjou números de sócios para alguns dos seus pares da Direção actual. Construiu casas do Benfica para garantir milhares de votos em assembleias. Manipulou estatutos para se perpetuar no poder. Mente compulsivamente na compra e venda de jogadores”.

Cinco acusações, feitas por autor desconhecido, que são rematada pela sexta e mais vigorosa, insinuando crimes de corrupção: “Luís Filipe Vieira sabota resultados desportivos em benefício de capital que não pára de girar por entre comissões para um número identificado de pessoas”.

O presidente do Benfica, que tem como “braço direito um sportinguista” e “esquerdo um portista”, é também acusado de passividade perante “o mais bárbaro ataque” sofrido pelas águias.

A péssima campanha desportiva de 2017/18 é também evocada como argumento para a destituição de Vieira.

“Ofereceu de mão beijada um penta que poderia ter sido histórico para o clube em troca de um desinvestimento que ninguém consegue explicar. Ao abrigo deste desinvestimento, conseguiu a pior prestação de sempre na Liga dos Campeões, tendo pelo meio uma derrota histórica de 5-0 em Basileia, um clube de terceira divisão europeia”.

Luís Filipe Vieira é ainda criticado pelo silêncio do Benfica sobre o alegado tratamento bancário especial ao rival de Lisboa: “Não pode fazer a denúncia dos perdões de dívida escandalosos concedidos ao Sporting porque ele próprio tem massa insolvente das suas empresas e acordos do género com esses bancos”.

As acusações, anónimas, sucedem-se e têm apenas um fim: justificar a destituição do presidente do Benfica.

“Podíamos continuar aqui o dia todo a escrever porque, de facto, não há limite para os danos que Luís Filipe Vieira está a causar ao Sport Lisboa e Benfica. E por isso queremos liderar um processo que será tudo menos fácil de reunir as necessárias assinaturas para conseguirmos uma assembleia destitutiva”.

Às primeiras horas de hoje, uma atualização da página indicava terem sido recolhidas assinaturas representativas de mais de 4000 votos.

“Há muitos sócios que não colocaram o número de votos a que têm direito, pensamos que por desconhecimento. Ou seja, a contagem dos 4000 votos é uma contagem feita por baixo”.

O Benfica ainda não reagiu oficialmente às acusações constantes na petição.

Mais partilhadas da semana

Subir