Economia

Vídeo: Vodafone recruta mulheres que interromperam a carreira

No Dia Internacional da Mulher, a Vodafone apresenta um programa que visa recrutar as mulheres que foram obrigadas a interromper a carreira. O #ReConnect tem como finalidade reabrir as portas do mercado de trabalho a quem teve de suspender a carreira, devido à maternidade ou por outras questões relacionadas com a família. Veja o vídeo.

“O mundo está a desperdiçar uma oportunidade. Existem mais de 96 milhões de mulheres qualificadas, em todo o mundo, que se encontram desempregadas ou inativas, porque decidiram interromper as suas carreiras. Muitas querem regressar, mas não podem, ou pensam que não podem…”.

Com esta ideia, a Vodafone lança o programa #ReConnect, que tem como objetivo fazer regressar as mulheres ao mercado laboral, às profissões que decidiram abandonar.

Não é apenas uma questão de justiça, mas o aproveitamento de mão de obra extremamente qualificada, que está a ser desaproveitada, não por opção das mulheres, mas porque o mercado de trabalho não responde às necessidades destas mulheres.

Acresce que estas mulheres que tiveram de abandonar os empregos porque, por exemplo, foram mães perderam a oportunidade de aprender e, desse modo, manterem-se preparadas para as exigências de um mercado de trabalho sempre com novos desafios.

Enquadrada a realidade, a Vodafone lança uma pergunta: E se as empresas de todo o mundo pudessem receber candidaturas destas mulheres? E se estas fossem encorajadas a regressar? E se o mercado se tornasse mais flexível, para que este regresso fosse possível?

De acordo com um estudo mundial, que a Vodafone assinala neste seu projeto, o crescimento da atividade económica global aumentaria cerca de 150 mil milhões de libras por ano (ou 173 mil milhões de euros), com a força de trabalho das mulheres que suspenderam as carreiras – se fossem criados novos postos de trabalho.

Esta questão não diz respeito apenas à mulher, à mãe. Diz respeito às famílias, ao princípio de igualdade pelo qual a Humanidade luta.

Veja o vídeo:

Mais partilhadas da semana

Subir