Desporto

Vídeo: “Se não for possível jogar mais não há campeão e acabou-se”

Desde a paragem dos campeonatos que os adeptos se questionam sobre o resto da época, em especial sobre quem vai ser o campeão. São muito mais as dúvidas do que as certezas, agravadas pela demora no regresso à normalidade.

Manuel José , um ‘veterano’ do futebol português, não tem dúvidas. Ou se arranja uma solução, ou ‘não há nada para ninguém’, como se diz na gíria.

“Não faz sentido pensar que deve ser campeão quem estava em primeiro no fim da primeira volta ou quem está agora. Concordo com o [Carlos] Carvalhal e penso que se não houver mais futebol não deve haver campeão”, afirma Manuel José, em entrevista ao jornal Bancada.

“A segunda volta não terminou e nesta altura nem sabemos se dará para terminar”, insistiu: “Portanto, se não for possível jogar mais não há campeão e acabou-se”.

Até que surja uma decisão oficial, quer o FC Porto, líder do campeonato no momento da suspensão, quer o Benfica, campeão em título, vão “jogar com os seus interesses”, acrescentou ainda o experiente técnico.

Mas dragões e águias são exceções no panorama nacional. A crise já bateu à porta e há clubes que “vão mesmo falir”.

“Não estou a traçar um cenário apocalíptico mas as coisas vão ficar muito complicadas, os clubes não vão conseguir pagar salários, mesmo os ‘grandes’, com salários milionários, vão ter de baixar a fasquia”, avisou Manuel José.

Mais partilhadas da semana

Subir