Tecnologia

Vídeo: Robô do MIT é uma chita

chita robo Os investigadores do MIT criaram um robô baseado na locomoção da chita. O felino robotizado atinge uma velocidade de 16 quilómetros e é capaz de saltar obstáculos com 33 centímetros de altura.

O mais rápido dos animais em terra, a chita, consegue atingir uma velocidade de 100 quilómetros por hora. No Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, foi desenvolvido um robô que acelera até aos 16 quilómetros por hora.

Em comum a ambos é o facto de ambos serem chitas. O robô foi desenvolvido com base na locomoção do felino, tentando replicar a morfologia do animal durante a corrida.

“Nos últimos tempos temos estado mais focados nos quadrúpedes, tentando compreender por que são tão eficientes quando correm. Servem-nos de inspiração para tentarmos usar isso nas nossas engenharias”, adiantou o grupo de investigadores do MIT, em comunicado.

A análise permitiu desenvolver um novo algoritmo que, aplicado ao robô, permite que este atinja agora uma velocidade de ponta de 16 quilómetros por hora e consiga saltar obstáculos com uma altura até 33 centímetros.

“Um exemplo de uma futura aplicação destas engenharias está no ramo prostético. Se conseguirmos criar umas pernas com esta tecnologia [da chita] poderemos, um dia, dispensar os automóveis e não vamos precisar de tantas estradas”, complementa a mesma nota do MIT.

Mais partilhadas da semana

Subir