Tecnologia

Vídeo: Quer andar de Hendo Hoverboard?

hoverboard Não é um skate porque não tem rodas, mas não é um drone porque é uma prancha. É um ‘hoverboard’, uma espécie de skate que flutua graças ao magnetismo.

Em 1985, o ‘Marty McFly’ do filme ‘Regresso ao Futuro’, interpretado por Michael J. Fox, entusiasmou a juventude com uma espécie de skate que voava: um ‘hoverboard’.

Quase 30 anos volvidos, um casal transformou a ideia em realidade. Greg e Jill Henderson, da da Arx Pax, recorreram ao magnetismo para criar o Hendo Hoverboard, uma prancha que flutua a 2,5 centímetros do chão.

Em termos gerais, o magnetismo abrange a capacidade de atração ou repulsa entre elementos. O exemplo mais conhecido é o íman, composto por dois pólos: um atrai a maioria dos metais e o outro repele.

A ideia de Greg e Jill Henderson baseou-se nas leis do magnetismo. Com o recurso a ímanes potentes, criou uma prancha cujo campo magnético tende a afastar-se dos metais no chão, permitindo que flutue a uma distância a rondar os 2,5 centímetros de altura.

O Hendo Hoverboard, o nome que o casal deu ao ‘skate voador’ que desenvolveu, ainda está em fase de testes.

Para resolver os problemas que ainda existem, como algumas dificuldades no controlo da prancha e a curta duração da bateria, Greg e Jill Henderson recorreram a uma plataforma de apoio comunitário (o ‘crowdfunding’) para garantir o financiamento necessário.

Ao nível do marketing, o casal está a distribuir as ‘Whiteboxes’, as ‘caixas’ que formam a pista magnética, junto das escolas, tentando popularizar o Hendo Hoverboard junto dos mais jovens.

Mais partilhadas da semana

Subir