Mundo

Vídeo: Ponte de 6000 toneladas rebocada para o mar aberto… onde vai ficar

A Rússia exibiu ontem a mais complexa obra de engenharia do ano. O arco da Ponte da Crimeia, que vai unir a península ao (novo) país, começou a ser rebocado em mar aberto, no estreito de Kerch. Numa operação inédita, a estrutura com mais de 6000 toneladas está a ser transportada sobre apoios flutuantes.

É considerado pelo regime de Vladimir Putin como a última peça da integração (leia-se anexação) da Crimeia, a península que em 2014 se separou da Ucrânia e pediu a adesão à Federação Russa.

A ponte, com 19 quilómetros de extensão e dois tabuleiros independentes (um para tráfego rodoviário, outro para o ferroviário), é uma prodigiosa obra de engenharia. A ligação principal entre a península e o território continental russo será um monumental arco que pesa 6000 toneladas de peso e ficará instalado em mar aberto, no estreito de Kerch.

O arco, que tem a largura de dois campos de futebol, começou ontem a ser rebocado para o destino final, onde ligará as vias rodoviárias e ferroviárias que circulam em cima dos longos pontões que complementam esta monumental obra de engenharia. A complexa operação deve durar 72 horas.

A Rússia acredita que a Ponte da Crimeia será aberto ao trânsito (rodoviário, numa primeira fase) já em dezembro do próximo ano.

https://playbuffer.com/watch_video.php?v=YO3323U5WRU6

0Shares

Em destaque

Subir