Insólito

Vídeo: O que fez a mãe por não vacinarem o filho? Escândalo

Uma mulher de 28 anos foi detida em flagrante, nesta quinta-feira, num posto de saúde do Brasil. Transportava um pau, com o qual partiu vidros e fez ameaças. Motivo: exigia a vacina do filho de 15 dias. Veja o vídeo com o escândalo.

Um posto de saúde do Distrito Federal, em Brasília, foi invadido por uma mãe, que exigia a vacinação do filho, que tem 15 dias de vida.

De cabeça perdida, esta mãe de 28 anos fez a sua reivindicação em tom ameaçador, no centro de Samambaia Sul, na capital do Brasil.

Com um pau na mão, entrou no centro de saúde e partiu um vidro. Foi acalmada por um funcionário, mas sem sucesso.

“Me solta, me solta, me solta, me solta, me solta. Eu quero o meu filho vacinado. Vão vacinar meu filho? Vão vacinar? Me solta! Chama a polícia, chama o governo, chama o sindicato de vocês!”, gritava a mulher, dirigindo-se ao vigilante que evitou usar a força para controlar a mulher.

A sua revolta deveu-se ao facto de não encontrar quaisquer profissionais de saúde habilitados a imunizar a criança.

Além de partir vidros e ameaçar fisicamente qualquer pessoa que lhe surgisse no caminho, a mulher fez mais estrados.

Uma testemunha fez o vídeo do episódio, outra tirou fotos que mostram diversos bancos do centro de saúde derrubados.

O caso suscitou um comunicado da Secretaria de Saúde do Brasil, que justificou a ausência de profissionais de saúde com uma alegada greve de um profissional.

Esta mãe acabou por ser detida pela polícia, por danos ao património público, e terá de pagar uma fiança de 600 reais (cerca de 135 euros).

Os bombeiros e a Polícia Militar foram chamados ao local, para restabelecer a ordem.

Veja o vídeo do incidente, nesta reportagem que mostra, além da fúria da mãe do bebé, algumas fotos de outros estragos provocados no mesmo protesto.

https://www.youtube.com/watch?v=IRFTiaV1dp4

Mais partilhadas da semana

Subir