Nas Notícias

Vídeo: Não sabe nadar, mas sobrevive no mar agarrado a placa de caixão

nadar Um pescador de Taiwan foi arrastado para o mar por uma onda e, sem saber nadar, conseguiu agarrar-se a um pedaço de madeira. Era uma placa de caixão, mas permitiu a Tseng flutuar e, ao fim de 60 horas, chegar a uma praia a 75 quilómetros do local onde estava.

Tseng não sabe nadar, mas esteve cerca de 60 horas à deriva no mar, em cima de uma placa de caixão. Natural da Tailândia, o homem, de 42 anos, estava a pescar quando foi apanhado por uma onda. Três dias depois de desaparecer, quando a família já o dava como morto, Tseng apareceu a cerca de 75 quilómetros de onde tinha sido apanhado pela onda.

O caso começou a 2 de janeiro, quando Tseng foi pescar e desapareceu. Ao ser apanhado pela onda, o homem agarrou-se a um pedaço de madeira, que mais tarde se apurou ser uma placa de um caixão. Como não sabia nadar, subiu para a placa e deitou-se, deixando-se ir com a corrente.

Ao fim de cerca de 60 horas, o pescador viu umas luzes e soube que estava perto da costa, começando a remar. Foi ter à praia de Hualien, que fica a cerca de 75 quilómetros do local onde desaparecera, no dia 5 de janeiro. “Quando o meu pé tocou na areia, relaxei e fui empurrado até a praia pelas ondas”, contou Tseng, citado pela Reuters.

Para surpresa das autoridades presentes no resgate, estava apenas desidratado e com ferimentos ligeiros num braço.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir