Mundo

Vídeo mostra assédio de Weinstein antes de violar vítima

Um vídeo divulgado pela Sky News, com uma entrevista a uma mulher que se diz vítima de Harvey Weinstein, mostra o realizador a assediar uma empresária, que viria a ser, segundo a versão desta, violada num quarto de hotel. O advogado do produtor de cinema alega que a realidade foi adulterada. Veja as imagens.

A reunião de trabalho de Harvey Weinstein com uma empresária, Melissa Thompson, remonta a 2011 e ocorreu na The Weinstein Company.

Estava a ser gravada, por iniciativa da alegada vítima, que pretendia registar o encontro com o realizador.

No entanto, o que começou por ser a apresentação de serviços transformou-se num caso de assédio sexual, com palavras e atos.

Harvey Weinstein tece algumas considerações sobre a aparência da empresária – “És uma brasa”, diz – e toca-a por diversas vezes.

Neste vídeo agora divulgado, o realizador e a empresária marcam um encontro.

As intenções da mulher eram fechar o negócio com o cliente, segundo a própria, mas Weinstein procurava algo mais.

“Ele tinha o olhar de um predador sexual…”, conta a alegada vítima.

A empresária revela que foi levada para um quarto de hotel e que não teve como fugir. Garante ter sido forçada a ter relações sexuais.

Refira-se que o realizador reagiu a este vídeo, através do seu advogado, Benjamin Brafman.

Alega que as imagens mostram apenas parte da realidade e que o encontro, visto na íntegra, demonstra outro contexto, onde “nada foi forçado” e que as duas partes agiram do mesmo modo, concordando.

Veja as imagens:

Mais partilhadas da semana

Subir