Insólito

Vídeo: Idosa em cadeira de rodas participa em mosh

Uma mulher em cadeira de rodas participou num mosh durante um concerto de metal, nos EUA, e mostrou que, embora o corpo esteja ‘preso’, é possível participar nas mais variadas ações, com as mais variadas sensações, durante um concerto de música. Veja no vídeo, que está a ser encarado como um símbolo da luta contra a discriminação, que afeta pessoas com deficiência.

Apesar de ser portadora de uma deficiência física, que a obriga a estar numa cadeira de rodas, a mulher acabou por entrar no mosh – um ritual realizado por fãs de música durante concertos quando se empurram uns aos outros enquanto ouvem a música – com a ajuda de outros participantes.

Embora estes rituais sejam, normalmente, associados a shows de metal, é comum ver em outro tipo de concertos.

No entanto, não é comum ver-se uma pessoa portadora de deficiência motora no centro de um mosh.

O vídeo, captado no estado de Idaho, nos EUA, mostra a mulher a ser levada por alguns fãs deste tipo de rituais durante o mosh e, curiosamente, a mulher mantém a sua bebida intacta, enquanto vai saboreando o momento.

“Ela teve o melhor momento da sua vida”, explica Tina Granger, nora da mulher em cadeira de rodas.

Em alguns sites de aficionados por música, os fãs deste tipo de ritual assumem que “mesmo que pareça violento”, na sua “essência”, trata-se de “uma atividade comunitária e amigável, destinada a elevar o ânimo de todos os envolvidos” durante os concertos.

Fã de música em estilo metal, a sogra de Tina Granger sentiu por dentro o mosh e nem o facto de estar ‘presa’ a uma cadeira de rodas a impediu de viver um momento para mais tarde recordar.

O momento é encarado como uma expressão de luta contra a discriminação, que afeta, ainda, as pessoas com deficiência.

Veja o vídeo:


Recentemente, recorde-se, também uma mulher portadora de uma deficiência motora casou e foi surpreendida pelo noivo na tradicional dança de abertura do baile.

Veja o momento:


Mais partilhadas da semana

Subir