Desporto

Vídeo: Fernando Madureira diz que “algo mais grave pode acontecer”

O líder da claque do FC Porto, Fernando Madureira, deslocou-se ao Estádio Municipal da Maia para representar a claque e esclarecer que não foram os Super Dragões que organizou a visita de alguns adeptos ao Centro de Treinos dos Árbitros e demarca-se das ameaças de morte a Artur Soares Dias.

“Sim, pelo que li nas notícias, deve ter alguma veracidade, mas não foram os Super Dragões a organizar tudo isto, pode ter sido algum elementos dos Super Dragões ou algum adepto do FC Porto que está descontente com toda esta situação, como eu estou e como milhares devem estar. Se foi alguém da claque vou pedir desculpa”.

No entanto, Fernando Madureira deixa um apelo aos dirigentes máximos dos diferentes órgãos de futebol para que intervenham antes que a situação se agrave e possa acontecer algum episódio de maior gravidade.

“Queremos apelar às entidades, à FPF, à Liga, para bem do futebol, as arbitragens e atuações sempre a prejudicar os mesmos e a favorecer outros, ou seja, a prejudicar o FC Porto e o Sporting e a favorecer o Benfica, isso tem de acabar. As pessoas ficam revoltadas e algo mais grave pode acontecer. A indústria do futebol tem de se reunir para por ponto de final nisto.”

O líder da claque dos azuis e brancos lamenta a crise na arbitragem em Portugal e garante que o FC Porto não é o único com queixas a fazer aos árbitros em Portugal.

“O futebol gera paixões. É uma situação extrema, a pessoa que o fez devia estar nervosa, mas quem ameaça não passa aos atos, espero bem que não, somos pessoas de bem. Isto tem de parar, para o bem do futebol, todos têm de parar e refletir e trabalhar em prol do futebol. Já não é só o FC Porto, é transversal.”

Para acabar, Madureira criticou a nomeação de Nuno Almeida para o próximo jogo do Benfica.

“Era bom que o Nuno Almeida se recusasse a apitar o V. Guimarães-Benfica, porque toda a gente sabe quem é o Ferrari vermelho. Então queremos serenidade e vão nomear para um jogo importante o Ferrari vermelho? As pessoas da arbitragem estão a brincar e a atirar achas para a fogueira”.

Veja o vídeo:

Mais partilhadas da semana

Subir