Nas Redes

Vídeo: Falta de iluminação força helicóptero do INEM a aterrar em campo de futebol

Um helicóptero do INEM, que transportava uma doente crítica, de 72 anos, foi forçado a aterrar no campo de futebol do Cova da Piedade, este sábado à noite, por falta de iluminação no heliporto do Hospital Garcia de Orta, em Almada.

A transportar uma doente do Hospital de Évora para o Garcia de Orta, em Almada, o helicóptero foi forçado a aterrar no campo de futebol, uma vez que o heliporto do hospital não estava devidamente certificado para uma operação noturna.

As imagens foram partilhadas pelo Clube Desportivo da Cova da Piedade, nas redes sociais, onde explicam que o “INEM pediu autorização” para aterrar, “devido ao facto de durante a noite o heliporto do Hospital Garcia de Orta não ter iluminação”.

A doente, uma mulher de 72 anos em estado crítico, foi depois transportada de ambulância (uma viagem de três quilómetros).

De acordo com fonte oficial do INEM, citada pelo Jornal de Notícias, esta não é a primeira vez que este procedimento acontece.

“Quando os heliportos hospitalares não podem ser utilizados em missões de emergência médica, os comandantes das aeronaves, que são quadros da empresa contratada pelo INEM, procuram o local alternativo mais próximo para aterrar os helicópteros”, explicou.

Veja as imagens.

151Shares

Mais partilhadas da semana

Subir