Mundo

Vídeo: Exército chamado a transportar caixões das vítimas do Covid-19 em Bérgamo

As imagens que hoje nos chegaram de Itália dão razão a Marcelo Rebelo de Sousa, que ontem, ao decretar o estado de emergência, usou por oito vezes a palavra “guerra” para se referir à luta contra a pandemia de Covid-19.

Em Bérgamo, o epicentro do surto do novo coronavírus em Itália, o exército teve de ser chamado para transportar os caixões das vítimas mortais da pandemia, dada a incapacidade de resposta dos crematórios e cemitérios locais.

A quarentena, decretada a 9 de março, torna ainda mais dramáticas as imagens.

Nas ruas desertas, no silêncio da noite, um comboio formado por dezenas de camiões militares transporta os caixões para uma morada que, ainda não se sabe, poderá afinal não ser a última.

Só ontem, o Covid-19 provocou 475 mortos em Itália, que já tem mais de 35 mil casos confirmados. A atualização de hoje vai colocar o número de vítimas mortais acima dos 3000.

São imagens que comprovam a afirmação do Presidente da República Portuguesa, quando ontem decretou o estado de emergência para se enfrentar “uma verdadeira guerra”.

Marcelo usou a palavra “guerra” por oito vezes, carregando no simbolismo do combate que estamos a viver diante da pandemia.

Veja o vídeo.

0Shares

Em destaque

Subir