Desporto

Vídeo: “Estrutura do Benfica está louca e completamente perdida”, diz Gomes da Silva

Arrasador! Rui Gomes da Silva, que já assumiu o desejo de se candidatar à liderança do Benfica num próximo ato eleitoral, foi ‘corrosivo’ na reação à notícia de que Jorge Jesus poderá estar de regresso aos encarnados. O antigo vice-presidente das águias diz que, neste momento, a “estrutura do Benfica está louca e completamente perdida”. Veja as declarações no vídeo.

Depois de assumir que será uma “imoralidade” um regresso de Jesus ao Benfica, Rui Gomes da Silva endureceu o discurso e foi particularmente arrasador com a denominada estrutura.

“No primeiro ano de Rui Vitória eu era vice-presidente do Benfica e disse aqui que o grande problema tinha sido o aburguesamento da estrutura. Ainda hoje estou convencido que serviu para tocar campainhas lá dentro. E eu acho que, neste momento, não ser trata de aburguesamento da estrutura. Trata-se do enlouquecimento da estrutura. Eu acho que a estrutura está completamente perdida, está completamente louca, está completamente sem rumo”, assumiu Rui Gomes da Silva.

Na SIC Notícias, o antigo dirigente, sustenta que “alguém que enquanto treinador do Sporting fez a guerra que fez ao Benfica não pode ver”.

“E não é só isso. Ele [Jorge Jesus] insinuou que sabia como é que o Benfica ganhava os campeonatos. Insinuou que a atitude do Benfica era de corrupção para ganhar campeonatos. Foi isso que ele disse em conferências de imprensa, em entrevistas”, referiu Gomes da Silva, num tom de indignação.

O antigo dirigente comentou ainda as palavras de Luís Filipe Vieira que, em recente entrevista não colocou de parte um possível regresso de Jesus ao Benfica.

“Admitir, como aquilo que Luís Filipe Vieira fala, que Jesus pode voltar ao Benfica é um tiro no pé em relação à idoneidade e com a imagem do Benfica.”

Veja o vídeo

possível reconciliação entre Jorge Jesus e o Benfica tem ‘agitado’ os corredores do futebol nacional nas últimas horas.

O treinador deixou o Benfica em 2015 e rumou ao Sporting.

Com 64 anos, Jorge Jesus iniciou nesta temporada a primeira experiência no estrangeiro, ao serviço dos árabes do Al-Hilal, onde segue vitorioso.

Mais partilhadas da semana

Subir