Desporto

Vídeo: Berros na CMTV em debate sobre possível extinção da SAD do Benfica

As declarações de Joana Amaral Dias no programa ‘Pé em Riste’, onde esta pediu a “extinção” da SAD do Benfica, geraram um momento de tensão e berros entre o apresentador do programa e André Ventura (comentador afeto aos encarnados). João Ferreira – que sobre um outro tema avisou Ventura de que não admitia que este colocasse a sua “seriedade em causa” (num tom exaltado) – perguntou depois a Ventura se podia, ou não, ter a “liberdade” de colocar as questões que queria no programa. Na sequência do acalorado debate, um membro do departamento de comunicação das águias já veio a público deixar uma reação particularmente dura, notando uma “comunicação delinquente e canalha”.

No confronto de ideias com André Ventura, Joana Amaral Dias, que defende as cores do FC Porto, não teve dúvidas em assumir que a SAD do Benfica deve ser “extinta” na sequência do caso ‘E-Toupeira'”, se esta sociedade vier a ser condenada.

Ventura não gostou da pergunta sobre a possível extinção da SAD do Benfica, que foi colocada à colega de painel, Joana Amaral Dias, e gerou-se um momento de tensão entre o comentador benfiquista e o apresentador.

“André, agora não dizes nada, desculpa lá. Deixa-me ouvir a Joana. Posso exercer o meu direito e a minha liberdade de perguntar?”, questionou João Ferreira, aumentando o tom de voz.

“Eu estou a fazer a pergunta à Joana não estou a fazer a ti. Já te passo a palavra”, disse o apresentador.

“Achas normal? O Benfica devia ser extinto?”, soltava André Ventura ouvindo, uma vez mais, João Ferreira a pedir-lhe para deixar falar Joana Amaral Dias.

“Deixas a Joana falar?”, dizia João Ferreira enquanto a comentadora azul e branca estava, nesse momento, em silêncio e ouvia a troca de ‘argumentos’ entre Ventura e o apresentador.

Na sequência do debate, o jornalista da CMTV entendeu reformular a pergunta.

“Independentemente do que diz a lei, achas que a SAD, caso seja condenada, deveria ser extinta?”, perguntou João Ferreira.

“Acho. Acho que devia ser extinta”, explicou Amaral Dias, sustentando que o programa é “de opinião e não um Tribunal”.

“Sou comentadora, não sou magistrada (…) compreendo que a SAD seja constituída arguida e pode ser condenada”, disse sobre a constituição da SAD benfiquista como arguida no caso ‘E-Toupeira’.

A tensão no debate da CMTV foi constante mesmo quando se variava o tema.

Num outro momento do programa, o apresentador João Ferreira e André Ventura protagonizaram um novo momento acalorado.

A dado momento, o apresentador aumenta o tom de voz e avisa André Ventura para “não colocar em causa” a sua “seriedade”.

“Não colocas em causa a minha seriedade, está bem?”, avisava e chega mesmo a berrar e pedia para os ânimos ficarem mais calmos.

“Meus senhores desculpem lá, desculpem lá, desculpem lá [pausa] por favor que assim ninguém se entende. André peço-te sinceramente a olhar olhos nos olhos que nunca metas em causa a minha seriedade”, dizia João Ferreira numa altura em que se falava do tema das claques no futebol.

A resposta do clube da Luz não se fez esperar e é particularmente dura.

José Marinho, membro do departamento de comunicação dos encarnados, reagiu e sustentou que se trata de uma “comunicação delinquente e canalha que montou o cerco ao maior clube português”.

“Desde o roubo e manipulação de emails até esta declaração há todo um processo criminoso de uma associação de malfeitores que impera no futebol português há mais de trinta anos”, escreve José Marinho, numa nota no seu Facebook pessoal.

Marinho realça que “a estratégia, desde o início, sempre foi esta” e passa pela “extinção do Benfica, ou no melhor dos casos da sua Sociedade Anónima Desportiva”.

“Tendo arrastado para a sua mafiosa estratégia, poderes públicos e privados, uma parte da justiça portuguesa e um considerável ajuntamento de jornalistas ressabiados e clubísticamente comprometidos”.

O membro da comunicação do Benfica nota ainda uma “grande Escola do Crime da Área Metropolitana do Porto” que “evidencia, com este delírio, até que ponto está disposto a chegar com a sua tentativa de decapitação da maior instituição desportiva nacional”.

Veja o vídeo da tensão no estúdio.

A antiga deputada Joana Amaral Dias tem dado que falar nas redes sociais não apenas pelos comentários desportivos mas, sobretudo, pelos registos sedutores que vai partilhando.


 

Mais partilhadas da semana

Subir