Nas Notícias

Vídeo: A visita de Barbas e Máximo a Sócrates, com saudações benfiquistas

barbas socrates 400 Nesta sexta-feira, José Sócrates teve a visita de Barbas e Jorge Máximo, dois dos adeptos mais conhecidos do Benfica. Munidos de uma camisola do clube da Luz com o nome do ex-primeiro-ministro inscrito, de um cachecol, de uma bola de futebol e de um postal, Barbas e Máximo tentaram entrar no Estabelecimento Prisional de Évora.

“Sabemos que José Sócrates é do Benfica. E viemos trazer uma camisola do Benfica para que ele veja que nós, benfiquistas, estamos solidários com ele”, resumiu António Ramos, adepto encarnado conhecido por “Barbas”, nesta sexta-feira, à entrada do Estabelecimento Prisional de Évora, onde o ex-primeiro-ministro se encontra em prisão preventiva.

Os dois adeptos do Benfica chegaram à prisão às 15h00, com quatro prendas para oferecer ao benfiquista José Sócrates: uma camisola do clube encarnado, uma bola, um cachecol e um postal.

Já Jorge Máximo reconheceu que “muitos benfiquistas possam criticar” a visita a José Sócrates. Mas nem esse facto os demoveu.

Os jornalistas presentes à porta da prisão onde o ex-primeiro-ministro se encontra concederam mediatismo a Barbas e a Máximo, que enviaram palavras de apoio a Sócrates.

Jorge Máximo lamentou ainda que Sócrates esteja preso, assim como o motorista, enquanto noutros processos igualmente mediáticos os arguidos estejam em liberdade.

Os adeptos apresentaram-se a título individual e gostariam de ter entregue os presentes pessoalmente, transmitindo-lhe uma mensagem de “coragem para se defender”.

Não conseguiram entrar no estabelecimento prisional, até porque Sócrates estava, naquela altura, reunido com o advogado, João Araújo. Barbas e Máximo prometem regressar.

Veja o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=9Q2bzJD0JA4

Em destaque

Subir