Europa

Vídeo: A mulher mais tatuada na Europa é espanhola

Lidia Reyes, uma mulher catalã de 32 anos, tem mais de 250 tatuagens, que cobrem cerca de 80 por cento do seu corpo. Agora, a mulher mais tatuada da Europa tem o objetivo de retirar o recorde da americana Julia Gnuse, que tem 95 por cento do corpo coberto de tinta. Veja o vídeo.

No entanto, Reyes já começou a eliminar algumas tatuagens que tem no rosto, uma vez que está “cansada” de se ver assim todos os dias.

A catalã postou um vídeo no YouTube onde explica as razões para esta decisão, referindo que está feliz com as obras de arte que escolheu, mas agora já considera que são demasiadas. A mulher assegura que não se importa de voltar a tatuar as palavras e datas que eliminou, noutras partes do seu corpo.

Em setembro do ano passado, a Comissão Europeia publicou um relatório acerca da legislação atual da segurança das pessoas que fazem tatuagens. O estudo foi realizado pelo ‘Joint Research Centre (CCI)’, revelando que cerca de 80 por cento dos pigmentos usados pelos tatuadores são orgânicos e 60 por cento consistem num pigmento chamado azoico.

No estudo é revelado que ao expor as tatuagens ao sol, estes pigmentos podem começar a libertar gases que podem ser cancerígenos. As tintas também podem conter impurezas, já que muitas vezes não são usadas as tintas corretas.

Mais partilhadas da semana

Subir