Mundo

Vídeo: A dor de um enfermeiro que não pode abraçar o filho

Um médico partilhou o momento em que um enfermeiro, a trabalhar num hospital de Riade, na Arábia Saudita, é obrigado a recusar um abraço do próprio filho, para não correr o risco de o infetar com o novo coronavírus.

Quando Naser Ali Al-Shahrani chegou a casa, o menino correu para a porta para o receber com um abraço. No entanto, o pai só teve tempo de o parar com um “não, não”.

Perante o espanto da criança, que não entendia o que se estava a passar, o enfermeiro sentiu o mundo desabar.

É uma dor que não conhece fronteiras, com muitos profissionais que estão na linha da frente do combate à pandemia de covid-19 a associarem-se a este pai.

“É assim, uma sensação horrível”, resumiu Sergio Zúñiga Sánchez, ao partilhar este caso com o mundo.

Veja o vídeo.

Así es, que horrible sensación…

Posted by Sergio Zúñiga Sánchez on Friday, March 27, 2020

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir