Saúde

Viagra vai ter concorrente genérico lançado pela Pfizer

viagra 210viagra patenteO Viagra, da Pfizer, vai ter dois concorrentes genéricos, um dos quais fabricados pela Pfizer. Com o fim da patente, o medicamento pode ser vendido como genérico, mas uma fonte do Infarmed avança que só “há dois medicamentos prontos a ser comercializados”.

A patente do Viagra vai expirar no dia 14 de janeiro e já se sabe que terá como concorrente um genérico fabricado pela Pfizer, a farmacêutica responsável pelo Viagra. A substância ativa do famoso ‘comprimido azul’ poderá ser vendida como medicamento genérico, o qual, por lei, não pode ter um preço superior a metade do original.

Como a embalagem mais barata de Viagra custa atualmente 31,16 euros, o medicamento genérico para a disfunção erétil poderá ser vendida por preços inferiores a 15 euros. Um dos genéricos concorrentes será lançado precisamente pelo laboratório que detém a patente: a Pfizer. “Apesar do Viagra continuar a ser comercializado, vai ter uma alternativa de genérico de marca Pfizer”, garantiu a porta-voz da farmacêutica, Helena Novais, citada pelo Dinheiro Vivo.

Apesar do fim da patente (que atinge a vigência legal de 16 anos em Portugal) permitir a comercialização da substância ativa, os laboratórios necessitam de uma Autorização de Introdução no Mercado (AIM) por parte do regulador, o Infarmed. Ainda segundo o mesmo site, uma fonte oficial do Infarmed, não identificada, revela que o regulador recebeu cerca de 45 pedidos e que, “neste momento”, só existem “dois medicamentos prontos a ser comercializados com a mesma substância ativa”.

Em Portugal, a impotência sexual afeta mais de 500 mil homens, segundo os dados apresentados pelo Dinheiro Vivo. Apesar do fim da patente, Helena Novais assegura que a Pfizer não receia a concorrência: “o medicamento é o medicamento, está prescrito a mais de 37 milhões de pessoas em todo o mundo, são pessoas que conhecem e confiam no Viagra”.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir