Fórmula 1

Vettel e Ferrari dominam treinos do Grande Prémio de Itália

Depois de uma primeira sessão à chuva, o segundo treino livre do Grande Prémio de Itália de Fórmula 1 viu Sebastian Vettel ser o mais rápido com a pista de Monza seca.

Não obstante um pião que o fez dar um toque nos rails e deixou como espetador nos últimos 20 minutos da sessão, uma volta em 1m21,105ss deu ao alemão da Ferrari o melhor tempo desta sexta-feira, à frente do seu companheiro de equipa Kimi Raikkonen.

Utilizando pneus super macios, tal como Ice Man, Vettel deixou o finlandês a 0,270s com Lewis Hamilton a obter a terceira marca, a 0,018s de Raikkonen, enquanto no outro Mercedes Valtteri Bottas conseguiu o quarto registo, a 0,698s do melhor tempo.

Não houve muitas surpresas na atual hierarquia da Fórmula 1, já que atrás dos dois pilotos da Ferrari e da Mercedes ficaram os dois homens da Red Bull Racing, com Max Verstappen na frente de Daniel Ricciardo com pouco mais de 0,050s a separarem-os.

Mas o que mais marcou este treino foram mesmo os acidentes, sobretudo o que no começo da sessão foi protagonizado por Marcus Ericsson. Terá falhado o sistema DRS no Sauber do sueco. O facto é que na travagem para a primeira chicane de Monza o monolugar suíço fugiu ao seu controlo, colidindo com os rails à esquerda, iniciando depois uma série de piruetas no ar antes de se imobilizar depois de ‘aterrar direito’. Isto apesar de no ‘voo’ ter arrancado as rodas dianteiras e respetivas suspensões.

Felizmente o piloto escandinavo saiu ‘pelo seu pé’, passando pela clínica do circuito como medida preventiva, já que nada sofreu fisicamente. Mas os destroços semeados pela pista obrigaram a uma interrupção de 20 minutos no treinos.

Depois Vettel teve tempo para ser o mais rápido e relegar os Force India para segundo plano. Isto depois de no treino matinal Sergio Perez ter sido o mais rápido com a pista molhada. O mexicano não conseguiu repetir o feito na sessão da tarde, quedando-se pelo oitavo tempo, atrás mesmo do seu companheiro de equipa Esteban Ocon, cujo futuro na equipa parece incerto, mesmo para o próximo Grande Prémio, em Singapura, pois fala-se que será já substituído por Lance Stroll.

4Shares

Mais partilhadas da semana

Subir