Fórmula 1

Vettel contente com o ritmo dos Ferrari numa volta mas não em mais

Sebastian Vettel foi o mais rápido nos treinos livres de sexta-feira do Grande Prémio do Brasil e mostra-se satisfeito do Ferrari numa só volta mas não tanto em longos turnos.

O alemão terá percebido que o SF90 não é tão eficaz quando realizou uma simulação de corrida em Interlagos, ainda que as condições climatéricas não tenham ajudado, já que na primeira sessão a pista estava molhada.

Vettel explicou o que percebeu das experiências que fez ontem no traçado paulista: “As condições não era as ideais para alguém poder encadear uma sucessão de voltas. Percebemos o que precisamos no carro. Cabe-nos agora melhorá-lo. Penso que estamos em condições de o fazer”.

“O nosso ritmo numa volta lançada é bastante satisfatório, mas falta-nos um pouco para estarmos como queremos em longos turnos. Precisamos de mais aderência e devemos acertar o carro de uma forma um pouco diferente para sermos mais competitivos nas simulações de corrida”, esclarece também o piloto de Heppenheim.

Sebastian Vettel refere que o que sucede agora no Brasil com a equipa não é nada que não tenha sucedido noutras ocasiões: “Diria que alguns são mais rápidos do que nós nestas condições, mas está em linha com os últimos fins de semana de Grande Prémio”.

Nos Estados Unidos os carros de Maranello não conseguiram confirmar a eficácia que já mostraram em treinos e em qualificação, mas o titular do Ferrari # 5 acredita que é possível reverter esse tipo de situação e não prestar muita atenção aos céticos.

“Concentramos nos em nós e no que temos de fazer. É um pouco triste ver como certas pessoas podem chegar a uma conclusão em 24 horas, mas é o que é. Vamos habituar-nos. A melhor forma de proceder é ignorar o ruído de fundo e focar-nos”, conclui Vettel.

1Shares

Em destaque

Subir