Nas Notícias

Vendas a retalho sobem em setembro na zona euro e UE, Portugal com maior quebra mensal

As vendas a retalho aumentaram, em setembro, na zona euro e na União Europeia (UE), quer na variação homóloga quer em cadeia, com Portugal a registar a maior quebra face a agosto (-2,4 por cento), segundo dados do Eurostat.

Na variação homóloga, as vendas a retalho avançaram 3,1 por cento na zona euro e na 3,2 por cento na UE, com Portugal a crescer acima da média (3,7 por cento) .

Face a agosto, segundo o gabinete estatístico europeu, as vendas a retalho crescerem 0,1 por cento na zona euro e 0,2 por cento na UE.

Na comparação com setembro de 2018, os maiores avanços nas vendas a retalho foram observados na Roménia (7,0 por cento), na Hungria (5,8 por cento) e na Irlanda (5,2 por cento), tendo havido dois recuos: na Eslováquia (-2,7 por cento) e na Letónia (-0,4 por cento).

Na variação em cadeia, as principais subidas registaram-se na Croácia (2,6 por cento), na Irlanda (2,4 por cento) e na Roménia (0,7 por cento) e as maiores quebras em Portugal (-2,4 por cento), na Letónia (-1,0 por cento) e na Eslovénia (-0,7 por cento).

0Shares

Em destaque

Subir