Fórmula 1

Valtteri Bottas o mais rápido no primeiro dia de testes da pós-temporada de F1

Valtteri Bottas foi o mais rápido no primeiro dia de testes de pós-temporada de Fórmula 1, que hoje se iniciaram no Abu Dhabi.

O vice-campeão do Mundo efetuou a marca de 1m37,124s, utilizando o composto C de pneus da Pirelli, naquela que foi a melhor das 138 voltas por si realizadas ao Circuito de Yas Marina.

No Mercdes Bottas foi oito décimas mais rápido do que Sebastian Vettel, no Ferrari, tendo sido o que mais quilómetros realizou, com excepção de Max Verstappen, que completou 153 voltas no Red Bull e Romain Grosjean – o quinto mais rápido do dia –, que perfez 146 voltas no Haas.

Cada equipa dispõe de dez jogos de pneus por jornada nos dois dias de testes, num misto de compostos deste ano e da controversa versão de 2020, sendo que a grande novidade foi a presença de Esteban Ocon aos comandos do Renault R.S.19.

Apesar de ser o segundo mais rápido do dia Vettel perdeu uma hora da sessão da manhã devido a um problema com o escape do seu Ferrari SF90. Mas não foi o único incidente da jornada do alemão, que viria a protagonizar uma surpreendente colisão com o Racing Point de Sergio Perez – o quarto mais rápido do dia – e regressou às boxes com um furo.

Daniil Kvyat esteve em destaque ao ‘assinar’ o terceiro tempo com o Toro Rosso, superando Perez e Grosjean. Isto num dia em que dividiu o monolugar de Faenza com o piloto de Fórmula 2 Sean Gelael.

A Williams também teve um piloto da F2 em ação, Roy Nissany, que ficou a mais de segundos da marca conseguida por Valtteri Bottas e foi mais de quatro segundos mais lento do que George Russell, com quem dividiu o monolugar de Grove. Já Kimi Raikkonen viu o seu dia encurtado devido a problemas técnicos no Alfa Romeo.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir