Fórmula 1

Bottas lamenta turno demasiado longo com pneus médios em Silverstone

Valtteri Bottas não subiu ao pódio no Grande Prémio da Grã-Bretanha de Fórmula 1 e culpa a estratégia adotada por esse desfecho.

O finlandês da Mercedes liderou a corrida após o ‘pit-stop’ de Sebastian Vettel em sitiação ‘safety car’, mas depois não conseguiria resistir ao alemão da Ferrari, a Lewis Hamilton e a Kimi Raikkonen. O que se deve em grande medida a um turno demasiadamente longo com os pneus médios.

Parando em situação de bandeira verde e mais cedo do que o seu companheiro de equipa, Bottas acabou por ‘pagar’ o desgaste dos pneus, lamentando no final essa decisão. Pois a mistura média dos Pirelli não aguentou tantas voltas de utilização.

“Nós arriscamos. Mantivemo-nos em pista para ultrapassar Sebastian. Isso funcionou de início e tudo estava a correr bem. Dei tudo nos recomeços (atrás do ‘safety car’), e devia forçar o andamento como em qualificação, mas com cinco voltas para o final os pneus não aguentaram isso”, refere o finlandês.

Valtteri Bottas esperava que a tática resultasse: “Sabíamos que uma só paragem não iria ser fácil mas decidimos arriscar. Infelizmente o turno com os pneus médios foi demasiado longo. É sempre fácil julgar as coisas à posteriori, mas a partir do momento que tomamos a opção estava empenhado nisso. Acreditei que seria facilmente segundo, mas decidimos arriscar tudo. Vou continuar a dar tudo e esperar que um dia resulte”.

Mais partilhadas da semana

Subir