Mundo

O que vai fazer no Dia Mundial da Saúde?

Na próxima quinta-feira, 7 de abril, assinala-se o Dia Mundial da Saúde, oportunidade para refletir sobre a diabetes, que está a crescer em todo o mundo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) dedica esta efeméride precisamente à chamada ‘doença silenciosa’.

No Dia Mundial da Saúde, a Holmes Place vai realizar um rastreio gratuito, dirigido à população e acompanhado por uma equipa multidisciplinar constituída por profissionais de exercício físico, fisioterapeutas e nutricionistas licenciados e inclui a avaliação de parâmetros básicos de saúde: composição corporal, postura, pH da saliva, pressão arterial, frequência cardíaca e glicemia.

A iniciativa conta com o apoio da Roche Diagnostics e está registada na plataforma da Organização Mundial da Saúde que agrega as diversas ações que decorrem em todo o mundo neste dia especial, internacionalmente dedicado ao tema da diabetes.

A participação neste check-up gratuito é fácil. Os interessados devem escolher o clube cuja localização for a mais conveniente e aparecer dentro do horário de funcionamento. Opcionalmente poderá ser realizado um registo online.

Neste ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) dedica o Dia Mundial da Saúde ao tema da diabetes, a chamada “doença silenciosa” que atinge milhões de pessoas em todo o mundo.

A variante mais comum da doença – diabetes de tipo 2 – representa entre 90 a 95 por cento dos casos. Diretamente relacionada com o sedentarismo e hábitos alimentares hipercalóricos, a prevenção passa pela adopção de hábitos de vida mais saudáveis.

Apesar da crescente consciência do impacto que a atividade física tem na qualidade de vida e bem-estar, em Portugal, 70 por cento da população é sedentária, com reduzida aptidão física e com excesso de peso.

O sedentarismo é hoje o maior fator de risco comunitário para a saúde em Portugal, sendo que a diminuição da sua prevalência é um contributo significativo para evitar doenças e aumentar a qualidade de vida.

Mais partilhadas da semana

Subir