Educação

UMinho investe cerca de 200 mil euros em 218 bolsas de excelência

A Universidade do Minho investiu mais de 200 mil euros na atribuição de 218 bolsas de excelência a estudantes com nota de candidatura ou média anual de 16 ou mais valores, sendo que aquelas distinções foram hoje atribuídas.

A iniciativa de atribuir bolsas de excelência começou em 2012, com a atribuição de 39 bolsas, tendo este ano atingido as 218, cada uma com o valor pecuniário igual ao da propina e o respetivo diploma.

A sessão de entrega das bolsas, que decorreu esta tarde no salão medieval da Universidade do Minho, contou ainda com a atribuição de 34 bolsas de estudo por mérito do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, para estudantes da UMinho com uma média ponderada igual ou superior a 16 valores.

“É um dia de facto muito importante, é o dia em que a universidade reconhece o trabalho dos seus estudantes e sobretudo daqueles estudantes que mais se empenharam”, afirmou no final da sessão, em declarações aos jornalistas, o reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro.

Rui Viera de Castro reconheceu que a iniciativa tem um “peso significativo para a universidade” mas salientou que recompensa: “São mais de 200 mil euros mas é um investimento porque traduz a forma particular da UMinho de estar nesta matéria que é de apreciar, reconhecer e valorizar o trabalho daqueles que são os seus melhores”, salientou.

Segundo o responsável, a UMinho “preocupa-se com a provocação do mérito e criação de desempenho para condições excelentes” para os seus estudantes.

“Entendemos esta cerimónia como o momento alto dessa estratégia porque mostra o reconhecimento público daqueles estudantes que conseguiram levar mais longe este exercício de procura de alargamento do conhecimento”, explicou.

Foram igualmente distinguidos seis alunos com o prémio de mérito “Caixa Mais Mundo”, no valor unitário de 1500 euros. Instituído pela Caixa Geral de Depósitos a nível nacional, este prémio valoriza as melhores notas de candidatura no Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior.

Mais partilhadas da semana

Subir