Motores

“Uma prova difícil mas importantes pontos” para José Pedro Fontes

José Pedro Fontes e Inês Ponte terminaram o Rali Serras de Fafe na quinta posição, e quarta em termos de Campeonato de Portugal da especialidade.

O resultado da dupla do Citroën Vodafone Team espelha as dificuldades ao longo da prova da Demoporto, que este ano pontuou também para o European Rally Trophy – Ibéria.

Fotos: AIFA

Em classificativas cujo piso de terra se foi degradando bastante, o Citroën C3 R5 conseguiu superar as dificuldades, e até foi um fator decisivo para que Fontes lograsse os 14 pontos conseguidos.

Já perto final, quando ‘Zé Pedro’ vinha numa excelente recuperação, na segunda passagem pelo troço da Lameirinha, rubricou o terceiro tempo e assegurou o quarto posto ‘nacional’, ultrapassando Bruno Magalhães na classificação final. Apesar deste esforço o resultado ficou um pouco aquém dos objetivos definidos inicialmente.

“Sabíamos que este seria um rali exigente e que aqui se revelariam alguns dos principais ‘atores’ deste campeonato. Não nos enganamos… A prova foi difícil, e mesmo que o resultado final não tenha sido o que desejávamos somamos 14 importantes pontos”, referiu o piloto do Porto no final.

José Pedro Fontes sabia que podia mitigar alguma parte da diferença para os adversários em certos pontos do rali: “Senti desde cedo que a nossa principal vantagem face aos nossos adversários estaria nas segundas passagens e na forma como o carro se comporta no mau piso”.

“Fizemos a diferença quando os troços estavam em piores condições e a classificação após a última especial é uma confirmação disso mesmo. Agora há que começar a trabalhar para a próxima ronda do campeonato, onde queremos estar mais fortes e na luta pela vitória”, acrescenta o piloto da Citroën, já a pensar no Rali dos Açores, pronta também pontuável para o ‘Europeu da especialidade, a disputar entre 21 e 23 de março.

Mais partilhadas da semana

Subir