Motores

Uma prova de sacrifício para Álvaro Parente

Não foi nada fácil a corrida de Álvaro Parente na nona ronda do IMSA Sportscar, terminando na sétima posição dos GTD a prova disputada no Circuito de Road America.

Embora a prova do piloto português e de Katherine Legge, a sua companheira de equipa no Acura NSX GT3 #86 da Meyer Shank Racing, prometesse bastante, acabou por ser mais complicada devido a um conjunto de fatores, acabando por influenciar o desfecho final.

A estratégia adotada para o Honda cinzento foi diferente da escolhida para o outro carro da equipa norte-americana, mas devido às muitas situações de bandeiras amarelas aquilo que poderia ter sido uma vantagem acabou por desaparecer. Face a tudo isto o sétimo posto da categoria acabou por ser o melhor resultado possível.

“No meu primeiro ‘stint’ tinha um pouco mais de aderência à frente. Penso que, à medida que a corrida foi progredindo, os danos que sofremos no início foram tendo mais impacto no comportamento do carro. Sabíamos que não tínhamos tanta velocidade de ponta como os nossos adversários e tudo ficou pior com os danos – sentíamos dificuldades até para virar a para a direita. Também não tivemos sorte no que diz respeito à estratégia e acabou por ser impossível fazer melhor”, referiu Álvaro Parente após o final da corrida.

Embora o resultado não tenha sido o desejado, o piloto do Porto não esquece o facto de ter sido um conjunto de circunstâncias a ter jogado contra a equipa, pois o Acura # 86 tinha todas as condições para obter outro tipo de resultado.

“Penso que, sem as contrariedades de que fomos vítimas, poderíamos ter conquistado um resultado mais positivo. Mas as corridas são assim mesmo, por vezes não temos como inverter pequenos azares que nos vão acontecendo ao longo de um fim-de-semana e todos juntos acabam por nos condicionar. Vamos continuar a trabalhar para na próxima prova podermos mostrar com resultados o nosso verdadeiro potencial”, sublinhou Álvaro Parente.

O piloto português só regressa ao IMSA Sportscar a 17 de agosto, para a disputa da prova de Virigínia, mas no próximo fim de semana participa em mais uma ronda do Pirelli World Challenge, que tem lugar no Utah.

Mais partilhadas da semana

Subir