Desporto

“Um dia vai chegar um momento menos bom”, disse Mourinho… em 2004

Minutos após a conquista do título europeu, ao serviço do FC Porto, José Mourinho previu que “um dia” iria chegar “um momento menos bom”. Hoje, na antevisão ao jogo com o Dínamo de Kiev, o técnico do Chelsea lembrou essas palavras. Recorde a conferência de imprensa de 2004.

“Vida de treinador é assim. As pessoas rapidamente se esquecem daquilo que fazemos”. Frase dita por Mourinho há mais de uma década e lembrada hoje.

O Chelsea recebe o Dínamo de Kiev nesta quarta-feira, num jogo decisivo do grupo G, onde também se encontra o FC Porto. Na antevisão a essa partida crucial para os ‘blues’, Mourinho abordou o mau momento da equipa. E fez uma relevação curiosa.

“Ontem, um amigo enviou-me umas declarações minhas, no final da Liga dos Campeões em 2004… Eu disse que, um dia, os maus resultados chegariam. E disse também que iria enfrentá-los com dignidade”, salientou o treinador.

A partir daqui, o jogo com o Dínamo passa para segundo plano, até porque o essencial está dito: o Chelsea precisa de ganhar, para não comprometer o apuramento e para lutar pela liderança do grupo.

Recuámos mais de 10 anos. Fomos à procura das declarações a que Mourinho se referia. E encontrámo-las. Eis as palavras do treinador, proferidas momentos após a célebre conquista da Champions, em 2004, de dragão ao peito.

“Sei que um dia vai chegar um momento menos bom. E estou preparado para, quando esse momento chegar, eu não pensar que sou o pior treinador do mundo. Quando esse momento chegar, vou encará-lo com tranquilidade e lutar para que as coisas melhorem. A vida de treinador é assim mesmo. As pessoas rapidamente se esquecem daquilo que nós fazemos”, afirmou o treinador, repita-se, há mais de 10 anos, no momento mais alto da sua carreira.

E Mourinho prosseguiu a sua análise, sobre as épocas de sonho no FC Porto e quando as portas do Chelsea se abriam.

“Podem dizer o que quiserem. Mas daqui a 100 anos quando perguntarem quem foram os treinadores portugueses que foram campeões europeus, o meu nome vai lá estar. Quando perguntarem quem ganhou a Taça UEFA e a Liga dos Campeões, o meu nome vai estar lá sozinho”, afirmou.

Na altura, falava-se já da saída iminente de José Mourinho para o Chelsea. O treinador português revelou que o seu desejo era sair. E aquele destino confirmou-se, com a ironia de que é no clube londrino que Mourinho vive o tal “momento menos bom” que um dia vaticinou para a sua própria carreira.

Recorde esse flash interview, de 2004, aos microfones da RTP, momento que Mourinho fez questão de recordar, na conferência de imprensa desta terça-feira, em vésperas de um jogo decisivo para a Liga dos Campeões, ao lado do… FC Porto.

Veja o vídeo.

Em destaque

Subir