Tecnologia

Um casal processou a Apple em cinco milhões por culpa do iOS 9

Há um casal da Florida, Estados Unidos, que decidiu processar a Apple, descontente com o iOS 9, versão do sistema operacional móvel da marca da maçã. Em causa está o Wi-Fi Assist, que apresenta um alegado consumo excessivo de dados contratados. Há mais consumidores descontentes.

Um casal norte-americano foi radical e decidiu processar Apple, exigindo cinco milhões de dólares. Em causa um alegado consumo excessivo de um recurso presente apenas no iOS 9.

O Wi-Fi Assist, lançado pela Apple, estará a ser ativado automaticamente, sempre que falha uma ligação uma rede Wi-Fi. Desse modo, são consumidos dados móveis que terão de ser pagos.

William e Suzane Phillips já avançaram com a queixa, num tribunal distrital de San Jose, nos EUA.

Para este casal, a Apple estará a adotar práticas comerciais que passam por “publicidade enganosa”, bem como “práticas comerciais fora da lei”.

Outras empresas como a Samsung já disponibilizaram recursos semelhantes.

A queixa que apresentam pretende também chegar a uma decisão que possa criar jurisprudência para outros casos de consumidores que estejam descontentes com este problema no Wi-Fi Assist do iOS 9 da Apple.

Alguns fóruns de discussão da Internet foram ‘inundados’ de relatos de situações em que os dados móveis são alegadamente ativados, por culpa deste recurso de assistência Wi-Fi.

Há consumidores que se queixam de elevados consumos de dados móveis de Internet, sem que o utilizador se aperceba dessa ligação,

A Apple já reagiu ao problema, com uma atualização da sua página de apoio ao consumidor, onde podem ser encontradas instruções sobre o funcionamento do Wi-Fi Assist e o modo como pode ser desativado.

Apesar de tudo, há muitos consumidores que ficaram surpreendidos com a conta de telemóvel a pagar, precisamente pelo elevado consumo de dados móveis – por culpa da atualização do sistema.

O advogado William Anderson, que representa este casal, pretende que os tribunais lhe concedam razão e que outras ações contra a Apple tenham igual desfecho.

Refira-se também que cinco milhões de dólares é um valor mínimo para interpor uma ação deste género na justiça federal norte-americana.

Em destaque

Subir