Economia

Turismo português regista aceleração do ritmo de crescimento

Os recordes turísticos registados em Portugal do ano passado podem ser ultrapassados, já este ano. Um boletim divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) revela que no mês de janeiro de 2017 houve uma aceleração do ritmo registado no ano passado.

“A hotelaria registou 984,6 mil hóspedes e 2,4 milhões de dormidas em janeiro de 2017, equivalendo a acréscimos homólogos de 14 por cento e 12,6 por cento (+8,1 por cento e + 10,6 por cento respetivamente em dezembro de 2016) ”, revelou o INE num boletim divulgado nesta quarta-feira.

Os responsáveis por grande parte do crescimento são os estrangeiros, mas os portugueses pernoitaram mais vezes nos hotéis nacionais em janeiro deste ano do que no mesmo mês em 2016.

Consequentemente, as receitas também aumentaram. “Os proveitos aceleraram, tendo os proveitos totais atingido 123 milhões de euros (mais 18,1 por cento) e os de aposento 84,1 milhões de euros (mais 17,2 pontos percentuais) ”.

O INE também revela que a taxa de ocupação de camas aumentou para 28,8 por cento. Por outro lado, o boletim informa que o tempo médio de estadia diminui para as 2,4 noites por hóspede, o que representa uma queda de 1,2 por cento.

Em janeiro deste ano, o setor hoteleiro português acolheu cerca de 984 600 hóspedes, que originaram um total de 2,4 milhões de dormidas. Refira-se ainda que há previsões que apontam para aumentos da procura turística em Portugal, com a cidade do Porto em destaque, sendo a que deve apresentar maior taxa de crescimento.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir