Mundo

Turismo da Austrália perdeu 2,7 mil milhões devido aos incêndios

As perdas no setor do turismo da Austrália devem chegar a 2,7 mil milhões de euros, devido aos incêndios florestais que devastam o país desde setembro, anunciou hoje o Conselho Australiano de Exportação do Turismo.

As estimativas foram hoje avançadas pelo organismo num relatório que contabiliza os milhares de cancelamentos de reservas internacionais de turistas já feitos, principalmente nos Estados Unidos e na Europa.

A indústria do turismo representa 3% do Produto Interno Bruto da Austrália, contribuindo anualmente com cerca de 80,4 mil milhões de euros para a economia, dos quais quase 28.000 milhões são provenientes do turismo internacional.

Parques naturais, estradas e até cidades costeiras e turísticas como Mallacoota, no sudeste da Austrália, foram fechados ou isolados devido à proximidade dos incêndios, que desde setembro destruíram mais de 100.000 quilómetros quadrados de terra, área superior ao tamanho de Portugal.

Para diminuir o impacto negativo sobre o setor, o Governo anunciou, no fim de semana passado, um fundo de recuperação para o turismo no valor de 47 milhões de euros para proteger a indústria e incentivar a chegada de visitantes.

A temporada de incêndios florestais, uma das mais severas e longas da Austrália, pode durar até março, quando o verão do sul termina, e, até agora, já causou a morte de 29 pessoas.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir