Mundo

Trump vai reunir com dirigentes talibãs

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou hoje que vai reunir-se em breve com dirigentes dos talibãs, após a assinatura de um acordo de paz com o grupo rebelde para pôr fim ao conflito no Afeganistão.

“Vou reunir-me pessoalmente com líderes talibãs num futuro não muito distante”, disse Trump, numa conferência de imprensa na Casa Branca.

Os Estados Unidos e os talibãs assinaram hoje em Doha, no Qatar, um acordo de paz histórico que abre a porta à retirada militar norte-americana do Afeganistão após 18 anos de conflito.

O acordo prevê que dos 13 mil militares norte-americanos presentes no país apenas restem 8.600 dentro de três a quatro meses, e que a retirada total aconteça em 14 meses.

Essa retirada fica, no entanto, pendente do respeito dos talibãs pelo acordo e do seu compromisso em combater o terrorismo.

“Se as coisas correrem mal, vamos regressar”, avisou Trump.

Questionado sobre as críticas de John Bolton, seu antigo conselheiro de segurança nacional, que considerou o acordo “inaceitável”, Trump reagiu.

“Ninguém devia criticar este acordo ao fim de 19 anos”, afirmou. “O que fizemos pelo mundo é incrível”, acrescentou.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir