Motores

Toyota confirma continuidade no ‘Mundial’ de Resistência

A Toyota confirmou a continuidade no Campeonato do Mundo de Resistência (WEC), disputando assim a ‘super temporada’ de 2018/2019. Um anúncio feito pela marca durante a entrega de prémios da competição, alinhando com os seus TS050 Hybrid com o firme propósito de vencer as 24 Horas de Le Mans, depois de duas tentativas falhadas concorrendo com a agora retirada Porsche.

O presidente da Toyota justifica a continuidade com a realidade automóvel atual, em que se assiste a uma evolução muito grande na indústria, sendo que a competição tem um papel essencial.

“Estamos a aproximar-nos de períodos de grandes mudanças, representadas pela eletrificação, automatização e outros desenvolvimentos, e estamos determinados a que façamos viaturas divertidas para os próximos anos. Depois de 2012 aceitamos o desafio do Campeonato do Mundo de Resistência, incluindo as 24 Horas de Le Mans, com carros de corrida equipados com tecnologias híbridas. Claro que sempre encetamos este desafio com o objetivo de andar mais depressa que qualquer outro carro e de ganhar”, afirmou Akio Toyoda.

O homem-forte do maior construtor japonês enfatiza que há um empenho da marca que há um desejo de “não apenas melhorar as performances ambientais em termos de consumo de combustível, mas também um forte desejo de criar carros híbridos que dão aos pilotos a sensação de terem uma condução divertido”. Toyoda referiu que em Le Mans percebeu como os fãs querem a Toyota nas pistas, e esta decisão é uma resposta a esse desejo.

Apesar da confirmação de continuidade não foram anunciados os pilotos que vão guiar para a Gazoo Toyota Racing em 2018. Algo que ficará para o início do próximo ano, embora Fernando Alonso possa ser a grande novidade, depois do teste realizado no Bahrain.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir