Nas Notícias

Touradas podem continuar a receber financiamento público

PSD, PCP, CDS, Chega e parte do PS fizeram cair todas as propostas legislativas para acabar com o financiamento público das touradas.

A iniciativa legislativa de cidadãos e os projetos de PEV, Bloco de Esquerda, PAN e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues foram assim rejeitados, apesar dos votos favoráveis de PEV, Bloco, PAN, da Iniciativa Liberal e de cerca de 30 deputados do PS.

Pela maioria socialista que votou contra, Maria da Luz Rosinha equiparou as touradas às “artes”, defendendo que “o acesso às artes deve ser igual para todos os cidadãos”.

Também André Ventura, do Chega, considerou que “a tauromaquia é cultura”.

Já o PSD, segundo Fernanda Velez, entende ser “falso” que a maioria dos portugueses seja contra as touradas.

Pelo CDS, Telmo Correia alegou que os argumentos invocados nas propostas legislativas eram “populistas, demagógicos e inconstitucionais”.

Alma Rivera, do PCP, argumentou que “tradições culturais como a tauromaquia não se extinguem por decreto”.

Do lado a favor das propostas, era defendido que as touradas são um atentado ao bem-estar animal e que a tortura de um animal não deve ser classificado como um espetáculo, muito menos como arte.

0Shares

Em destaque

Subir