Motociclismo

Todo-o-terreno: Paulo Gonçalves segundo etapa e mais perto da liderança no Qatar

PauloGonçalvesQatar314PauloGonçalvesQatar214 600Paulo Gonçalves fez esquecer os problemas da véspera ao ser segundo a segunda etapa do Sealine Cross-Country Rally, segunda prova do Campeonato do Mundo de Todo-o-terreno, e está agora a menos de três minutos do líder.

Numa tirada com 396 quilómetros de extensão, o piloto português da Honda conseguiu superar todos os obstáculos, nomeadamente as muitas pedras que povoavam o percurso, acabando por ser o mais rápido, encurtado para 2m29s a diferença para o novo líder do rali e vencedor da etapa, Sam Sunderland.

“Hoje foi um dia bastante duro. Cerca de 390 quilómetros de percurso difícil, como muita pedra e também complicado em termos de navegação, onde consegui recuperar parte do tempo que perdi ontem. Temos três dias pela frente e vou manter os objetivos em mente e continuar a forçar o andamento”, contou ‘Speedy’ Gonçalves no final da tirada.

Hélder Rodrigues não foi tão rápido quanto o seu compatriota e companheiro de equipa, ao conseguir o quarto tempo na etapa. O que lhe permite ocupar a sexta posição da classificação geral, ficando também mais perto dos seus objetivos para esta prova.

HelderRodriguesQatar214 600“Mais um dia longo e difícil. Uns 396 quilómetros de muita navegação, pedras e mesmo alguma areia, e gostei do que vi. Terminei quarto e agora os resultados começaram a aparecer com o nosso duro trabalho, por isso vamos continuar a lutar por uma vitória da Honda neste rali e manter a equipa na frente do campeonato. O objetivo da equipa também é o meu”, afirmou o piloto de Almargem do Bispo.

Já Ruben Faria foi apenas 17.º na etapa, devido a uma forte penalização que o atira para idêntica posição da classificação geral, arredando-o completamente das discussão das primeiras posições.

Em destaque

Subir