Ralis

Todo-o-terreno: Elisabete Jacinto recupera para o quarto lugar no Africa Eco Race

ElisabeteJacintoAfricaRace715ElisabeteJacintoAfricaRace715 600Elisabete Jacinto não podia ter começado melhor a segunda metade do rali Africa Eco Race, já que depois do cancelamento da sexta etapa a piloto portuguesa conseguiu realizar uma boa recuperação, ascendendo à quarta posição da categoria de camiões, na tirada que esta terça-feira ligou Chami a Azougui na Maurtânia.

Nos 433 quilómetros da especial, Elisabete, José Marques e Marco Chochinho realizaram o oitavo tempo entre camiões e carros e dessa forma subiram da sétima para a quarta posição dos camiões, estando agora no 12.º posto da classificação geral conjunta.

“Pela primeira vez em todos estes anos fizémos esta etapa sem ficarmos presos na areia e sem ter de escavar. Chegámos ao acampamento e encontrámos meia dúzua de motos, três camiões e três carros”, conta a piloto do Montijo.

Elisabete Jacinto refere ainda: “A primeira etapa foi rápida mas o camião nunca chegou aos 150 km/h e raramente aos 140. Acabei por ser ulrapassada por vários concorrentes, mas nas dunas fomos sempre avançando devagar. Encontramos os Kamaz com problemas na areia mole e acabámos por nos aproveitar dos traços deles mal avançaram e passaram para nossa frente”.

ShibalovAfricaRace715 600O novo líder do rali é Anton Shibalov, que aos comandos do Kamaz foi o vencedor da etapa. O russo possui agora 58 segundos de vantagem sobre Mathieu Serradori.  O francês do Predator subiu ao primeiro posto da categoria dos automóveis, tirando partido dos problemas tidos por Jacques Loomans, Miroslav Zlapletal, Kanat Shagirov e Yuriy Sazonov.

Em destaque

Subir