Internacional

Tina Turner ponderou recorrer à eutanásia mas o marido ‘salvou-a’

Tina Turner contou um dos momentos mais difíceis que viveu no seu livro ‘My Love Story’, [A Minha História de Amor, em tradução livre]. A artista ponderou pôr fim à vida, mas o marido ‘salvou-a’.

A história remonta a 2013, quando o diagnóstico de um derrame obrigou Tina Turner a tomar uma medicação que lhe afetou os rins.

Pouco tempo depois, um segundo diagnóstico mostrava um cancro no intestino. As intervenções cirúrgicas revelaram-se trágicas para os problemas que a cantora sofria.

“Só um transplante de [de rim] daria a oportunidade de ter uma vida normal”, contou.

A atravessar um momento extremamente difícil, a cantora confessou que ponderou recorrer à eutanásia para colocar fim à vida.

Chegou a inscrever-se numa organização de apoio ao processo, mas foi aí que Erwin Bach, o marido, interviu.

Erwin ofereceu o rim à mulher, mas esta ficou reticente em aceitá-lo, algo que veio a confirmar-se em abril de 2017.

“Disse que não queria outra mulher ou outra vida, que nós éramos felizes e que faria qualquer coisa para ficarmos juntos”, revelou.

Veja a cantora a falar da relação com Erwin Bach.


Mais partilhadas da semana

Subir