Apresentações/Novidades

Tem um Mazda? Em 1,6 milhões deles o airbag tem um defeito

mazda_mx5_02

Os airbags da Takata obrigaram mais uma marca a proceder a uma recolha maciça de viaturas. A Mazda vai notificar mais de 1,6 milhões de clientes para levarem o carro à oficina, tal como já fizeram a Toyota, a Honda, a Nissan e a Mitsubishi.

Os problemas com os airbags da Takata, já associados a seis mortes, obrigaram mais um gigante dos automóveis a tomar uma medida preventiva.

Tal como já aconteceu com Toyota, Honda, Nissan e Mitsubishi, a Mazda vai notificar os clientes cujas viaturas estejam equipadas com airbags da Takata para se deslocarem até uma das oficinas da marca, onde o componente será substituído.

Nas contas da AFP, há mais de 1,66 milhões de Mazdas para serem recolhidos, dos quais 465 mil só nos Estados Unidos.

É precisamente nos EUA que a Takata, especializada em dispositivos de segurança (como airbags e cintos de segurança), mais problemas tem para a resolver, tanto mais que as autoridades federais já abriram uma investigação à companhia japonesa.

No caso da Mazda, os modelos a serem chamados são os fabricados entre 2003 e 2008, o que inclui os Sedan Atenza e o Bongo van, para além de dois modelos, disponíveis no mercado japonês, que a marca constrói para a Nissan e a Mitsubishi.

Ainda segundo as contas da AFP, há mais de 34 milhões de viaturas com airbags defeituosos, associados à morte de seis pessoas, todas registadas em viaturas da Honda, e a mais de 100 feridos.

Em causa está a hipótese dos airbags rebentarem em caso de sofrerem uma força excessiva, com a explosão a projetar peças metálicas pelo habitáculo.

Dois milhões de viaturas, de várias marcas, já terão passado pelas oficinas desde que os principais fabricantes começaram a notificar os proprietários.

Atendendo a que o processo tem vindo a ser executado desde 2008, o número de viaturas recolhidas ultrapassa já os 50 milhões.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir