Economia

Taxa de emprego sobe para 68,9 por cento na OCDE e 70,8 em Portugal

A taxa de emprego no terceiro trimestre do ano subiu para 68,9% no conjunto da OCDE, duas décimas face ao trimestre anterior e quatro relativamente ao período homólogo de 2018, com Portugal a avançar para os 70,8%.

Segundo dados hoje divulgados pela OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, existiam 573,5 milhões de pessoas com emprego nos 36 países que a compõem e 4,662 milhões de empregados em Portugal.

No primeiro e segundo trimestre, a taxa de emprego da OCDE tinha ficado nos 68,7%, enquanto em Portugal evoluiu dos 70,1% no primeiro trimestre, para os 70,2% do segundo trimestre e 70,8% no terceiro trimestre (70,0% no terceiro trimestre de 2018).

Na zona euro, a taxa de emprego manteve-se estável nos 67,9%, com o emprego a subir mais de 0,5 pontos percentuais na Estónia (para 75,7%), Letónia (para 72,7%) e Portugal, mas desceu 0,3 pontos percentuais em França (para 65,2%), no Luxemburgo (para 67,9%) e na Eslovénia (para 71,5%).

Fora da zona euro, a taxa de emprego subiu 0,3 pontos percentuais ou mais no Chile (para 62,7%), no Japão (para 77,9%), na Noruega (para 75,7%), na Polónia (para 68,4%) e nos EUA (para 71,5%), caindo 1,7 pontos percentuais na Islândia (para 82,7%).

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir