Economia

Taxa de desemprego recua em outubro na zona euro e UE

A taxa de desemprego recuou em outubro para os 7,5 por cento na zona euro e os 6,3 por cento na União Europeia (UE), segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, em outubro, a taxa de desemprego recuou, na zona euro, para os 7,5 por cento – a mesma de agosto, quando atingiu um novo mínimo desde julho de 2008 -, face aos 8,0 por cento homólogos e aos 7,6 por cento de setembro.

Na UE, o desemprego fixou-se nos 6,3 por cento, estável na comparação com o mês anterior, mas abaixo dos 6,7 por cento de outubro de 2018.

As menores taxas de desemprego foram registadas na República Checa (2,2 por cento), Alemanha (3,1 por cento) e Polónia (3,2 por cento), enquanto as mais altas se observaram na Grécia (16,7 por cento em agosto) e Espanha (14,2 por cento).

Na variação homóloga, o indicador recuou em 24 Estados-membros e avançou em quatro.

As diminuições mais significativas registaram-se na Grécia (de 18,9 por cento para 16,7 por cento, dados de agosto) e na Estónia (de 5,7 por cento para 4,3 por cento, dados de setembro).

As subidas homólogas no desemprego foram assinaladas na República Checa (de 2,1 por cento para 2,2 por cento), Lituânia (6,1 por cento para 6,4 por cento), Dinamarca (4,9 por cento para 5,3 por cento) e Suécia (6,4 por cento para 6,8 por cento).

Em Portugal, a taxa de desemprego fixou-se nos 6,5 por cento em outubro, estável face a setembro e abaixo dos 6,6 por cento do mês homólogo.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir