Desporto

Taça das Confederações: Rússia põe 191 hooligans na lista negra

Há 191 hooligans na lista negra da Rússia, país que organiza, entre 17 de junho e 2 de julho, a Taça das Confederações. O ministro da Administração Interna revela que quem tiver o nome na lista vai ser proibido de entrar nos estádios durante a competição.

Citado pela agência estatal TASS, Anton Gusev revelou que a lista de hooligans sob vigilância tem 191 nomes.

“Temos uma lista de cidadãos que não estão autorizados a assistir a jogos oficiais de futebol por deliberação judicial. É uma lista que é pública e que, ao dia de hoje, inclui 191 pessoas”, adiantou o ministro.

O governante acrescentou ainda que há hooligans – sem especificar quantos – que, mesmo não estando na lista negra, apresentam um historial que justifica “uma intensa vigilância” por parte das autoridades, incluindo hooligans de outros países.

Na lista negra está o grupo de hooligans que se tornou famoso (pelos piores motivos) durante o Europeu de 2016 (o da vitória de Portugal), devido aos confrontos em Marselha.

“Estamos a trabalhar em estreita colaboração com as autoridades francesas. A nossa delegação visitou [a França] e estudou atentamente esses incidentes”, realçou Anton Gusev.

A Taça das Confederações vai decorrer em quatro cidades – Moscovo, Sampetersburgo, Sochi e Kazan – e envolve oito seleções, incluindo a campeã europeia, Portugal (curiosamente, no mesmo grupo da Rússia).

http://playbuffer.com/watch_video.php?v=25G15RMRX83O

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir