País

Suspeito de pornografia de menores usava wireless dos vizinhos

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve um pensionista de 40 anos “fortemente indiciado pela prática do crime de pornografia de menores”. Através da Internet, o suspeito fazia recolha e partilha de ficheiros envolvendo crianças em práticas sexuais explícitas.

“A atividade delituosa do suspeito denotava algum grau de sofisticação, fruto dos seus conhecimentos avançados de eletrónica, sendo que, para aceder à Internet, usava a rede wireless de vizinhos que lhe haviam cedido o acesso a título gracioso”, revela a nota da Judiciária.

A investigação do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro da PJ surgiu no âmbito do combate internacional à pornografia infantil em articulação com as autoridades estrangeiras.

De acordo com a Judiciária, os indícios “permitem concluir que o suspeito se tem dedicado ativamente à divulgação de vídeos e de imagens de cariz pornográfico em que são intervenientes crianças vítimas de abuso sexual”.

Após uma busca domiciliária a casa do suspeito, que reside numa freguesia de Mealhada, foi apreendido o material informático que o suspeito terá usado para a prática dos crimes. A PJ encontrou “centenas de ficheiros multimédia de pornografia de menores”.

O detido, de 40 anos de idade, foi presente a juiz, para um primeiro interrogatório, que determinou como medidas de coação a obrigação de permanência na residência, proibição de acesso à Internet e a obrigação de se sujeitar a tratamento psiquiátrico.

A PJ revela ainda que a investigação prosseguirá, no sentido de averiguar ligações desta atividade com outras pessoas que se dedicam ao mesmo tipo de crime.

8Shares

Mais partilhadas da semana

Subir