Justiça

Suspeito de atear fogo em Cinfães detido pela PJ

A Polícia Judiciária – em colaboração com do Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Lamego – deteve um agricultor de 73 anos pela alegada prática de incêndio florestal. O crime acontece em Cinfães, no distrito de Viseu, e consumiu cerca de 10 hectares de área florestal e mato.

O incêndio ocorreu no dia 22 de agosto, no lugar de São Pedro, Sanfins, Cinfães, tendo havido vários reacendimentos e provocado uma área ardida superior a 100 hectares, segundo a PJ.

“O incêndio consumiu uma área florestal e mato de cerca 10 hectares, tendo havido vários reacendimentos, estimando-se que o total da área ardida seja superior a 100 hectares”, refere a Diretoria do Norte da PJ, em comunicado.

O detido será presente a primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação adequadas.

A autoria de crime de incêndio florestal já levou, este ano, à identificação e detenção de 94 pessoas pela Polícia Judiciária.

Mais partilhadas da semana

Subir