Educação

Surto de papeira na Faculdade de Engenharia do Porto

A Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) confirmou o surto de papeira que surgiu na Faculdade de Engenharia do Porto (FEUP). Estão já confirmados quatro casos em alunos e cerca de uma dezena estão à espera da confirmação e tratamento.

“Neste momento, a equipa responsável pela investigação do surto, sob a coordenação da ARS-Norte, está a trabalhar, em estreita colaboração, com os diferentes serviços de saúde e com a FEUP, de forma a conhecer a verdadeira dimensão do surto e a facilitar a implementação das medidas de prevenção e controlo”, informou a instituição em comunicado.

O vírus parotidite epidémica, vulgarmente conhecida como papeira, é uma doença altamente infecciosa que consiste no aparecimento de febre e dores de cabeça, dores no corpo e cansaço, uma tumefação de uma ou das duas glândulas parótidas.

 A doença pode evoluir para infeção noutros órgãos, nos casos mais graves, atacando testículos e sistema nervoso central, originando orquite, meningite e encefalite.

A papeira é transmitida através de gotículas de saliva, mesmo antes de surgirem os primeiros sintomas.

Foram já diagnosticados quatro casos, pelo que poderão surgir mais, e como se trata de uma doença altamente epidémica, todos os procedimentos para impedir o alastramento do vírus estão a ser tomados.

Mais partilhadas da semana

Subir