Nas Notícias

“Somos o bode expiatório desta merda toda”. Stanisic critica Costa

“É assim que nos sentimos: o bode expiatório no meio desta merda toda”, escreve o chef, que critica o Governo, pelas medidas de restringem a restauração. Ljubomir Stanisic, empresário de um dos setores mais afetados pela pandemia, vê a restauração “a caminho do precipício”.

Um dos mais reputados ‘chefs’, radicado em Portugal desde 1997, recorreu às redes sociais para reagir às medidas adotadas pelo Governo, para conter a pandemia.

Entre essas medidas está o recolher obrigatório, que afeta em particular a restauração. Ljubomir Stanisic recorreu às redes sociais para criticar António Costa, que surge numa ilustração a indicar o caminho do fim do setor.

“São ovelhas mas podiam ser bodes. Porque é assim que nos sentimos: o bode expiatório no meio desta merda toda”, escreve Stanisic.

O empresário elenca as medidas que os restaurantes tomaram, para receber os clientes: “Nós que nos enchemos de álcool-gel, que desinfetámos toda e qualquer superfície antes de um cliente se sentar às nossas mesas e depois de sair, que higienizamos casas-de-banho, balcões, maçanetas e o que mais houver, que aumentámos a distância entre mesas e sacrificámos metade dos lugares em nossas casas, que vestimos as nossas equipas com máscaras, comprámos termómetros e implementámos um conjunto de regras mais adequadas a um hospital que propriamente ao setor da hospitalidade”, salienta.

E Stanisic compara todas estas medidas tomadas pelos proprietários de restaurantes com aquelas que foram adotadas por outros setores.

“E pergunto: quem faz este papel nos transportes públicos que seguem à pinha em hora de ponta? Nos comboios, no metro, nos autocarros? Quem faz este papel nos supermercados? Alguém? Eu nunca vi, confesso”, acusa.

“Mas claro, a restauração que aguente. A restauração que cale. A restauração que feche. Em direção ao precipício, a acenar-nos com falsas medidas e a esperar que nós, as ovelhas, sigamos em linha reta e em silêncio”.

A terminar, uma palavra dura, que resume a revolta e frustração de Stanisic, sentimentos certamente comuns a todos os empresários do ramo.

Em destaque

Subir