Nas Notícias

Soflusa ativou plano de contingência devido à falta de mestre

A empresa Soflusa ativou hoje um plano de contingência para assegurar o transporte dos passageiros da ligação fluvial, entre o Barreiro e Lisboa, de forma alternativa, explicando que a última ligação ocorreu às 23:30, devido à falta de mestre.

“Com o objetivo de minimizar o impacto da suspensão desta ligação fluvial, desde as 23:30 de hoje, encontra-se ativo o plano de contingência para o início da madrugada de sábado”, refere a empresa numa mensagem na sua página oficial.

O plano de contingência consiste na realização de carreiras extras entre o Cais de Sodré e o Seixal, às 00:15, 01:15 e 02:15, sendo depois efetuada a ligação entre o terminal do Seixal e o terminal do Barreiro através de táxi.

“Consoante o número de passageiros, este transporte (táxi) poderá estar sujeito a demora”, acrescenta.

A Soflusa explica que a ligação fluvial ficou suspensa às 23:30, devido à falta de mestre.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir