Motores

SMP abandona o Campeonato do Mundo de resistência

A primeira ‘super temporada’ do Campeonato do Mundo de Resitência (FIA WEC) não terminou há muito tempo, em Le Mans, mas já se fala da próxima época e não pelos melhores motivos, já que hoje a SMP Racing anunciou a sua retirada da competição.

Este abandono de uma das principais formações do campeonato, que em Le Mans até subiu ao pódio e foi a melhor equipa LMP1 ‘não híbrida’, é um rude golpe na competição promovida pelo ACO e pela FIA.

A estrutura franco-russa, liderada por Boris Rotenberg, tinha alinhado no FIA WEC de 2018/2019 com dois protótipos BR1 animados por motores turbo AER, cuja preparação competia à ART Grand Prix – conhecida equipa na Fórmula 2 e Fórmula 3.

Depois de um começo tímido e com problemas – entre os quais o abandono de ambos os protótipos nas 24 Horas de Le Mans do ano passado – a SMP conseguiu quatro pódios consecutivos no final da última época, entre os quais o terceiro lugar conseguido em Le Mans por Stoffel Vandoorne, Mikhail Aleshin e Vitaly Petrov.

Numa ‘guerra’ desigual com a Toyota e o seu impressionante TS050 Hybrid, a estrutura russa fez o que pôde para se bater em LMP1, bem como também nas provas de GT com Ferrari preparados e assistidos pela AF Corse.

“Foi uma temporada difícil para nós. Trabalhamos para provamos a rodos que uma equipa russa, os pilotos russos e um carro russos são capazes de obter os melhores resultados nos campeonatos do mundo mais difíceis que existem e numa corrida tão prestigiada como são as 24 Horas de Le Mans”, afirmou Boris Rotenberg.

O fundador da SMP Racing deixa ainda uma palavra de apreço para todos os que contribuíram para que a ‘aventura’ em LMP1 no WEC fosse possível: “É um sucesso merecido para todos os que participaram neste projeto ambicioso – os pilotos, a equipa, a ART Grand Prix, a BR Engineering e a Dallara (que desenvolveu o carro)”.

“O nosso objetivo sempre foi uma vitória, e penso que a conseguimos com o resultado possível nestas circunstâncias. Depois da última corrida em Le Mans decidimos que a SMP Racing deixaria o WEC. A nossa equipa não vai participar na época 2019-2020”, conclui Rotenberg.

6Shares

Mais partilhadas da semana

Subir