Nas Notícias

Sinal vermelho não proíbe pessoas de ir à praia, explica o ministro

O sinal vermelho no acesso à praia não proíbe as pessoas de entrarem na mesma, embora tal possa levar ao encerramento do espaço, explicou o ministro do Ambiente.

Questionado sobre o ‘semáforo’ às praias, João Matos Fernandes afirmou que o “acesso é livre”, sendo que, em caso de “incumprimento reiterado”, as autoridades poderão encerrar as praias “por razões apenas de saúde pública”.

“O acesso à praia é livre, o vermelho não significa nenhuma proibição de entrar na praia, significa que de facto as pessoas não devem ir para essa praia quando o sinal vermelho lhes é mostrado, mas não é uma nenhuma proibição. O acesso à praia é livre”, explicou.

Descrevendo o “incumprimento reiterado” como um exceder da lotação da praia por “um, dois, três dias seguidos”, o ministro disse “acreditar que não vamos ter nenhum caso desses durante o próximo verão em Portugal”

“O risco de contágio numa praia é igual ao de qualquer outro local no espaço público. Não há nenhum risco acrescido”, concluiu João Matos Fernandes.

0Shares

Em destaque

Subir